Coppola: ´Entrei para o cinema por causa das garotas`

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Entrevistas | 03/09/2011 - 13h07

O premiado diretor Francis Ford Coppola é o homenageado do Festival de Cinema de Deauville, na França.


Em conversa com jornalistas neste sábado (03/09), o cineasta criticou a indústria cinematográfica moderna, que por visar apenas o lucros, se mantém na mesma fórmula por anos.


Coppola elogiou o trabalho de cineastas como David Russell, Paul Thomas Anderson, Wes Anderson,Woody Allen e Steven Soderbergh, que muitas vezes enfrentam dificuldades para rodar seus filmes pela falta de dinheiro.


O diretor, que já foi nomeado 14 vezes para o Oscar e levou para casa cinco estatuetas respondeu perguntas da platéia e contou detalhes da filmagem de grandes sucessos de sua carreira, como “Apocalipse Now” e a trilogia de “O Poderoso Chefão”.


Ele comentou ainda trabalhos de colegas de profissão, como George Lucas e Steven Spielberg. Da dupla, responsável pela saga “A Guerra nas Estrelas”, Coppola disse que é fã de “O Império Contra Ataca”.


O cineasta conversou ainda sobre política e falou sobre os dez anos do ataque de 11 de setembro aos Estados Unidos. No final da entrevista, para descontrair, Coppola explicou porque resolveu entrar para o mundo do entretenimento.


“Sempre tive uma imaginação fértil. Eu era um garoto solitário porque passei por diferentes colégios, nunca conseguia fazer amigos. Fui para o teatro porque era bom aluno em eletrônica e ciência, mas sabia que as garotas estavam na escola de teatro. Eu queria ver quem eram essas meninas que existiam e eu nem sabia”.


Leia mais em iG Cultura.

Palavras-chave: Coppola , festival , cineasta , Apocalipse Now , cinema , Oscar , Francis Ford Coppola , AFP , O Poderoso Chefão , entrevista , diretor , festival de cinema de Deauville , festival de cinema , França , filmes , Deauville , premiado ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos