Mostra lembra 15 anos da morte de Senna

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Automobilismo | 19/09/2009 - 13h00

A embaixada do Brasil na Itália recebe até domingo a exposição "Ayrton Senna Anniversary", na qual são lembrados os 15 anos da morte do piloto e expostos diversos objetos de sua vitoriosa carreira na Fórmula 1.

A mostra, que reúne desde carros antigos até macacões de competição do brasileiro, passando por capacetes de outros pilotos de Fórmula 1, foi inaugurada com a presença de Bruno Senna, sobrinho de Ayrton, e do embaixador do Brasil na Itália, José Viegas Filho.

"Senna é e sempre será símbolo do que os brasileiros são capazes de fazer. Agitava a bandeira do país como fazem os heróis clássicos.

Ele tinha confiança no Brasil e nos brasileiros, acreditava em nossa capacidade de superação", disse Viegas.

A exposição é uma homenagem ao piloto, que morreu aos 34 anos de idade após sofrer um acidente a 320 km/h na sétima volta do Grande Prêmio de San Marino, no circuito de Ímola, no dia 1º de maio de 1994.

Senna tornou-se, assim, o segundo campeão mundial que morreu durante a disputa de um GP, o que só havia acontecido até então com o austríaco Jochen Rindt, em 1970.

No entanto, o título de Rindt foi conquistado apenas após sua morte, ocorrida naquele mesmo ano quando ele era o líder do campeonato.

ACOMPANHE AS NOVIDADES DA TViG PELO TWITTER: http://twitter.com/tvig

Acompanhe as notícias do mundo dos esportes no iG Esporte.



Palavras-chave: brasil , mostra , Senna , piloto , morte , exposição , Ayrton , Fórmula 1 ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos