Casa do futebol brasileiro é preterida pelo Pan e pelos turistas

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Futebol | 17/10/2011 - 10h03

Preterido pelo Pan, o estádio que recebeu cinco dos seis jogos do Brasil na Copa do Mundo de 1970 e outros tantos no Mundial de 1986 está às moscas.


Ao contrário do Maracanã, que mesmo antes da reforma para a Copa de 2014 era um dos pontos turísticos mais visitados do Rio, o Jalisco hoje perde até para uma arena de touradas do outro lado da avenida no interesse dos visitantes.


Em um domingo de sol em Guadalajara, no México, ninguém circulava pelos corredores do local em que Pelé quase fez seu gol do meio de campo, ou onde Zico perdeu o fatídico pênalti contra a França em 1986.


O colosso para pouco mais de 56 mil pessoas foi erguido há quase 60 anos.


O estádio é administrado por uma coligação de clubes, da qual o Chivas Guadalajara, hoje abrigado no moderníssimo Omnilife, o estádio utilizado pelo Pan, já fez parte.


Como o clube mais abonado saiu do grupo, o Jalisco pena para se manter em boas condições, recebendo jogos do Atlas e alguns outros eventos.


Leia mais em iG Esporte:


Casa do futebol brasileiro é preterida pelo Pan e pelos turistas

Palavras-chave: futebol , estádio , turismo , clube , Pan , Jalisco , turistas , México , recursos , clubes , conquistas , Pelé ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos