Ex-meia da seleção italiana é condenado por quebrar perna de rival em 1994. Veja o lance!

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Futebol Internacional | 21/09/2012 - 15h30

A Suprema Corte de Justiça da província de Buenos Aires, na Argentina, confirmou a condenação do meia argentino naturalizado italiano Mauro Camoranesi, campeão da Copa de 2006 com a Azzurra , por agredir um adversário em 1994, quando disputava a Liga de Futebol de Mar del Plata. O atleta, atualmente no Racing, terá que pagar aproximadamente 200 mil pesos (cerca de R$ 86,5 mil) a Roberto Pizzo, que sofreu a agressão.


Camoranesi já havia sido condenado em 2010 pela Câmara Civil e Comercial de Mar del Plata pelo incidente acontecido em 14 de agosto de 1994. Na época, o ítalo-argentino vestia a camisa do pequeno Aldosivi, enquanto Pizzo, na época com 18 anos, jogava pelo Alvarado. Depois de uma entrada violenta, o jovem atleta perdeu 39% da capacidade de movimentação do joelho esquerdo.


"Apesar de não ser possível qualificar o ato como intencional, denota torpeza, um excesso na prática do esporte, anormal e evitável", indicou o tribunal de primeira instância que condenou o jogador.


Depois de jogar no Aldosivi, Camoranesi vestiu as camisas dos mexicanos Santos Laguna e Cruz Azul, do uruguaio Montevideo Wanderers, do argentino Banfield, dos italianos Verona e Juventus, além do alemão Stuttgart, antes de retornar para a Argentina, vestindo primeira a camisa do Lanús e do Racing.


Leia mais em iG Esporte.

Palavras-chave: italiano , italinos , futebol internacional , seleção , agressão , rival , italiana , argentina , violenta , entrada , futebol , camoranesi , montevideo , ex-meia , uruguaio , roberto pizzo , gramado , violência , perna ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos