Menor que confessou soltar sinalizador se apresenta à justiça

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Futebol | 26/02/2013 - 11h38

O adolescente que confessou soltar o sinalizador que matou o boliviano Kevin Spada, de 14 anos durante o jogo entre Corinthians e San José pela Libertadores, se apresentou à justiça de São Paulo nesta segunda-feira (25/02).

 

Acompanhado pela mãe eo advogado, o jovem de 17 anos e cercado por policiais militares, e entrou no prédio da Vara da Infância e da Juventude. O rapaz, de 17 anos, se apresentou como o autor dos disparos do sinalizador que matou o boliviano.

 

O adolescente voltou ao Brasil de ônibus, no sábado (23/02), com outros torcedores. Na conversa com o promotor, disse que o disparo foi acidental e que não se entregou na Bolívia por orientação da Gaviões da Fiel.

 

De acordo com a delegacia que cuida das investigações na Bolívia, a confissão do menor não muda a condição dos doze corintianos que estão presos no país.

 

O Corinthians treina para o jogo contra o Millionários da Colômbia na quarta-feira (27/02), que, por enquanto, não contará com presença da torcida.

 

Crédito: SBT Brasil

Palavras-chave: corinthians , timão , futebol , torcida , torcedores , rojão , sinalizador , libertadores , san josé , jovem , morte , artefato , bolívia , investigação , polícia , violência , oruro , bolívia , jogo , partida , sbt , menor , gaviões da fiel ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos