Monumental é fechado após quebra-quebra de torcedores do River

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Futebol | 27/06/2011 - 16h26

O estádio Monumental de Nuñez permanecerá fechado por, pelo menos, 24 horas por conta de uma ordem emitida pelo promotor do Ministério Público Fiscal da Argentina, Gustavo Galante, que decretou o fechamento parcial para que sejam investigados os atos de violência feitos pela torcida do River Plate neste domingo (26/06).


O MP argentino quer descobrir as causas dos incidentes ocorridos após o empate em 1 a 1 entre River e Belgrano, que determinou a queda da equipe de Buenos Aires para a segunda divisão local, e investigar se a direção do clube permitiu que entrassem no estádio 53 mil torcedores, 8 mil a mais que o permitido. Os atos de violência de parte da torcida deixaram 68 feridos, entre eles 25 policiais, e levaram à detenção de 50 pessoas. A Polícia informou que os vândalos incendiaram dois automóveis, danificaram 15 veículos da Polícia Federal e causaram grandes danos a lojas de comércio dos arredores do estádio, situado no bairro de Núñez, na zona nordeste de Buenos Aires.


Leia mais em iG Esportes:


Esperança, agonia, tristeza e fúria marcam queda do River Plate

Palavras-chave: Monumental , violência , Argentina , torcida , Monumental de Nuñez , futebol , torcedores , time , argentinos , River Plate , quebra-quebra ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos