Seleção aposta na vitória em Quito

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Seleção Brasileira | 28/03/2009 - 15h21

Os jogadores da seleção brasileira se mostraram bastante confiantes em uma vitória domingo diante do Equador, pelas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa de 2010, apesar das provocações do técnico rival, Sixto Vizuete.

Ao longo da semana, o comandante do Equador teria dito, entre outras coisas, que sua seleção é melhor que o Brasil no aspecto coletivo.

"Pensamos em chegar lá e ganhar independentemente do que o técnico está falando. Além disso, estamos acostumados a jogar com pressão e muito público contra", afirmou o meio-campo Felipe Melo.

"Se pensarmos que será fácil, vamos sair derrotados", completou o jogador da Fiorentina à imprensa na zona mista antes do treino desta sexta-feira - o último antes do embarque ao Equador.

Na quinta, Vizuete afirmou que o Paraguai seria um adversário mais difícil que o Brasil pelas últimas atuações das duas equipes. Segundo o meia Anderson, a diferença entre o atual líder das Eliminatórias Sul-Americanas e o Brasil é simples: "Temos cinco estrelas, e o Paraguai não tem nenhuma", comentou o jogador do Manchester United, em referência às cinco Copas conquistadas.

Para o meia Elano, do Manchester City, o Brasil trabalhou bem durante a semana na Granja Comary, em Teresópolis, para acabar com a série de duas derrotas e um empate nas últimas partidas de Eliminatórias em solo equatoriano.

Ao final do treino, foi confirmada a ausência do meio-campo Kaká, ainda com dores no pé esquerdo. Ele segue direto para Porto Alegre e fará tratamento para ter condições de atuar contra o Peru, na próxima quarta, no Beira-Rio.

Palavras-chave: brasileira , partida , peru , críticas , jogo , dunga , quito , seleção , técnico , futebol ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos