Pepe se desculpa por agressão

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Outros esportes | 22/04/2009 - 16h24

O zagueiro brasileiro naturalizado português Pepe, expulso por agredir dois jogadores do Getafe na vitória do Real Madrid, não foi ao treino desta quarta-feira e preferiu ficar em casa, ao lado de sua família. Em conversa por telefone com a Agência Efe, ele disse que está envergonhado pela atitude no Santiago Bernabéu. Ele cometeu um pênalti no meia Casquero e ainda o chutou quando estava no chão, além de dar um soco no uruguaio Albín.
Ainda na saída do jogo, em conversa com a imprensa, ele pediu perdão pela atitude. "Sinto-me muito mal, triste e decepcionado. Pela imagem, pelo ato e por tudo", falou. O jogador disse que foi a primeira vez que cometeu uma falta tão violenta. "Fora do campo sou alegre. Não sei o que aconteceu, tive uma atitude que não tenho normalmente", afirmou. O zagueiro aguarda uma punição. "Tenho poucos cartões amarelos nesta temporada e espero que isso seja levado em conta. Mas foi ruim e sei que tenho de ser castigado", assumiu Pepe. Já Casquero disse que o zagueiro deveria saber que "veste a camisa de uma equipe grande, e não de um time do bairro".

Palavras-chave: futebol , futebol europeu , agressão , pepe ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos