Rio recebe torneio de snowboard

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Outros esportes | 21/09/2009 - 07h39

Com uma temperatura média de 24 graus, o Rio de Janeiro recebeu neste domingo pela primeira vez em sua história um torneio esportivo na neve.

Cerca de 50 atletas que treinam em outros países disputaram na cidade um torneio de snowboard em uma enorme pista coberta por gelo artificial montada em plena praia de Botafogo. Nas areias da praia, aos pés do Pão de Açúcar, foi construída uma pista de 15,8 metros de altura em que foram depositadas 375 toneladas de gelo picado e neve artificial.

A novidade permitiu que o campeonato reunisse cerca de 18 mil pessoas na praia durante o dia todo, segundo disseram à Agência Efe os organizadores.

No final da competição dois atletas considerados novatos e sem títulos brasileiros foram os destaques: Rachel de Almeida entre as mulheres e Thiago de Arruda Fett entre os homens.

A estrutura montada para o evento, que ocupou cerca de 8 mil metros quadrados nas areias de Botafogo, não só incluía a pista de neve, mas também espaços para diversas atividades destinadas ao público.

A ladeira artificial construída com andaimes foi coberta com um material sintético sobre o qual se jogou o gelo, que foi conservado com a ajuda de aparelhos de refrigeração e constantemente renovado devido ao sol e ao calor.

A ladeira contava com alguns obstáculos e rampas de partida. Os participantes se enfrentaram na categoria Slopestyle, uma modalidade conhecida por sua dificuldade e pelas manobras radicais que demanda.

Apesar de competições na neve serem inéditas no Rio de Janeiro, não foi a primeira vez que os cariocas viram uma pista inclinada de gelo desse tamanho ao ar livre.

Os mesmos organizadores da competição foram os responsáveis pela inédita e muito aplaudida pista de gelo que atravessou o Sambódromo durante o desfile da Viradouro, no Carnaval do ano passado.

A ideia então e agora foi de André Spinola, tricampeão brasileiro de esqui alpino e um dos sócios da Snowsports, empresa que organiza o evento, que já tem experiência na montagem das pistas e que desenvolveu a tecnologia necessária para produzir e conservar o gelo picado.

A mesma empresa já tinha montado em 2004 na cidade de Curitiba uma pista artificial de neve com 55 metros de extensão, 14 metros de altura e 10 metros de largura e que foi utilizada para provas de esqui alpino e snowboard.

Spinola tinha inicialmente a ideia de organizar no Rio de Janeiro o primeiro Campeonato Latino-americano na Neve, que incluiria provas de esqui alpino e snowboard, mas suas ambições foram freadas por diferentes impedimentos burocráticos.

Apesar de contar com apoio das autoridades do Rio de Janeiro, interessadas em atrair diferentes eventos esportivos para fortalecer sua candidatura aos Jogos Olímpicos de 2016, os organizadores do torneio tiveram que superar a resistência dos moradores de Botafogo.

Parte dessa resistência se deve ao fato de que essa mesma praia foi palco em abril de 2007 de uma das fases da série mundial de voo acrobático e o evento, para o qual se esperavam 300 mil pessoas, atraiu cerca de um milhão, o que provocou gigantescos engarrafamentos e grande tumulto.

Os organizadores decidiram então cancelar a ideia de Campeonato Latino-americano e limitaram o evento a um torneio de exibição.

O torneio deste domingo foi o primeiro passo no sonho de Spinola de transformar o esqui alpino em um esporte popular no Brasil, o mais emblemático dos países tropicais.

ACOMPANHE AS NOVIDADES DA TViG PELO TWITTER: http://twitter.com/tvig

Acompanhe as notícias do mundo dos esportes no iG Esporte.







Palavras-chave: torneio , rio de janeiro , esportivo , neve , evento , snowboard ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos