Tenista espanhol faz balanço da carreira

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Outros esportes | 26/02/2009 - 16h18

O espanhol Carlos Moyá, que foi o número um do mundo em 1999, fez um balanço da carreira esta semana no México, onde participou do Torneio de Acapulco.

Segundo ele, defender os pontos do ranking foi a tarefa mais dura em 14 anos como tenista profissional. "O difícil foi permanecer lá em cima, mas mantive uma colocação que me permite jogar as grandes competições sem passar pelas prévias, o que compensa a quantidade de viagens e o fato de estar longe da minha gente", assinalou o jogador de 32 anos.

Moyá perdeu para o argentino Leonardo Mayer, por 6-4 e 7-5, e foi eliminado nas oitavas-de-final do Aberto Mexicano de tênis, no balneário de Acapulco.

Na entrevista concedida à Agência Efe pouco depois da partida, ele revelou que passa por uma fase complicada, de sofrimento. "Os últimos tempos foram duros por uma lesão na perna que não me deixa muitas opções. São coisas que acontecem e temos que aceitar. Por enquanto, quero parar para fazer tratamento e voltar só quando estiver totalmente recuperado", afirmou.

Palavras-chave: carreira , tenista , tênis , moyá , espanhol , esporte ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos