Chorão se sentia perseguido e tinha acessos de raiva, diz delegado

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Famosos | 06/03/2013 - 19h14

O cantor Chorão, encontrado morto nesta quarta-feira (6/03), se sentia perseguido e tinha frequentes acessos de raiva, informou o delegado Itagiba Vieira Franco, chefe da divisão de homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Leia mais no iG Cultura:

Chorão se sentia perseguido e tinha acessos de raiva, diz delegado

Palavras-chave: coletiva , delegado , Chorão , morte , vocalista , Charlie Brown Jr. , música , tragédia , músico , artista , cantor , Itagiba Vieira Franco ,  chefe , divisão de homicídios do  Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa , investigação , drogas , entrevista ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos