Hollywood lamenta a morte do irmão de Ridley Scott

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Famosos | 21/08/2012 - 14h25

O suicídio de Tony Scott no último domingo, 19 de agosto, pegou Hollywood de surpresa. Astros e integrantes da indústria cinematográfica americana fizeram questão de expressar seus sentimentos com a perda repentina do diretor, famoso por obras como Dias de trovão, Maré Vermelha e Top Gun. Irmão de Ridley Scott, Tony era conhecido por dirigir celebridades como Robert Duvall, Gene Hackman e Denzel Washington em seus filmes.


A comediante Phyllis Diller, ex-dona de casa que se tornou uma das primeiras mulheres a fazer sucesso na comédia "stand-up" nos Estados Unidos, morreu aos 95 anos nesta segunda-feira, segundo seu agente.


A humorista sempre se apresentava com uma piteira, o cabelo espevitado, figurinos extravagantes e constantes alusões ao marido fictício chamado Fang.


A Polícia russa informou que procura duas integrantes do grupo punk Pussy Riot que não foram identificadas, mas que também estariam envolvidas no protesto contra o presidente Vladimir Putin realizado dentro de uma catedral ortodoxa. No dia 21 de fevereiro, as cinco integrantes do Pussy Riot, todas encapuzadas, invadiram uma área restrita do principal templo ortodoxo russo, tiraram a roupa e começaram a fazer o que chamaram de "oração punk", ou seja, a tocar guitarra elétrica e cantar palavras contra o presidente do país.


Astro da NBA, Kobe Bryant esbanjou bom humor durante partida beneficente realizada na China. O jogo, fruto de uma parceria do atleta americano com o governo chinês, contou com presenças ilustres, como a do cantor taiwanês Jay Chou, muito popular no país asiático.


Leia mais em iG Gente.

Palavras-chave: banda , choque , Pussy Riot , Tony Scott , procura , Ridley Scott , comediante , reuters , condenação , cineasta , morte , polícia russa , integrantes , celebridades , suicídio , Phyllis Diller , irmão , manifestações ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos