Gisele, Heidi e Kate faturam R$ 181,6 milhões

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Moda | 11/05/2011 - 19h12

As dez modelos que mais lucraram neste ano, de acordo com a revista "Forbes", faturaram juntas US$ 112 milhões (R$ 181,6 milhões), 30% a mais que em 2010, graças em parte à volta dos consumidores aos artigos de luxo.


O maior aumento foi para a supertrinca do circuito fashion: Gisele Bündchen, Heidi Klum e Kate Moss, que se tornaram magnatas de seus próprios impérios ou se transformaram em ícones pop - ou mesmo os dois.


Gisele, que ganhou US$ 45 milhões (R$ 73 milhões) - quase o dobro do ano passado -, é um caso à parte. A top model brasileira é até citada em um relatório da Procter & Gamble como responsável pelo aumento de 40% nas vendas do shampoo Pantene na América Latina, depois que começou a anunciá-lo.


Heidi Klum também continua investindo em sua porção mulher de negócios. Ela ficou US$ 20 milhões (R$ 32,4 milhões) mais rica com o lançamento de uma linha de roupas e um programa infantil.


Kate Moss também seguiu o mesmo caminho e ganhou US$ 13,4 milhões (R$ 21 milhões) no ano passado, graças ao trabalho de modelo e o lucrativo acordo que fechou com uma grife britânica para mostrar o seu talento como estilista.


E a marca Victoria's Secret também mostra que é um celeiro de empreendedoras, com três de suas modelos entre as dez mais ricas.


Leia mais sobre o mundo fashion em iG Moda.

Palavras-chave: Gisele Bündchen , faturamento , modelos , Victoria's Secret , Heidi Klum , reuters , moda , top models , top model , Kate Moss ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos