Cantor Emílio Santiago morre aos 66 anos no Rio de Janeiro

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Música | 21/03/2013 - 11h25

O cantor Emílio Santiago morreu às 6h30 desta quarta-feira (20), aos 66 anos, no Rio de Janeiro. Famoso por canções como "Transa de Amor", "Saravá Negra" e "Saygon", o músico teve complicações no quadro clínico de acidente vascular cerebral, que sofreu em 7 de março. Desde então, estava internado no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro.

 

Nascido no Rio de Janeiro em 6 de dezembro de 1946, Santiago nasceu em uma família humilde e foi adotado quando tinha seis dias de vida. Chegou a se formar em Direito, como queriam seus pais. Porém, apaixonado por música, começou a participar de festivais e programas de televisão como "A Grande Chance", apresentado por Flávio Cavalcanti.

 

Em 1973 gravou o primeiro compacto, "Transas de Amor", e em 1975 lançou o disco "Emílio Santiago", produzido por Durval Ferreira. Passou a fazer shows em casas do Rio de Janeiro e de São Paulo e, depois, em outros Estados do Brasil.

 

Em 1988 foi convidado por Roberto Menescal e Heleno Oliveira para fazer "Aquarela Brasileira", uma série de discos que reúnem releituras de clássicos brasileiros. Foi com esse trabalho que se tornou um nome conhecido nacionalmente e começou a ganhar prêmios e ter canções na trilha sonora de novelas.

 

Crédito: SBT Brasil

 

Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo:

 


Cantor Emílio Santiago morre aos 66 anos no Rio de Janeiro

 

Palavras-chave: emílio santiago , cantor , música , music , rio de janeiro , AVC , morte , falecimento , transa de amor , saygon , falecimento , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos