Roqueiras presas em Moscou pedem apoio de Madonna

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Música | 03/08/2012 - 16h59

As integrantes da banda russa Pussy Riot estão depositando suas esperanças no apoio de Madonna durante a realização de shows em Moscou e em São Petersburgo.


O trio de roqueiras pode pegar até sete anos de prisão sob a acusação de vandalismo. As cantoras foram detidas pela suposta ligação com a oração anti-Pútin entoada por quatro mulheres mascaradas na Catedral Cristo Salvador, em fevereiro de 2012.


Em meio a um crescente coro de músicos internacionais, os advogados de defesa e os fãs afirmaram ter esperança de que Madonna reforce a causa do grupo nos shows que realizará em Moscou, em 7 de agosto, e São Petersburgo, no dia 9.


Não seria a primeira vez que ela critica as autoridades russas. Madonna já havia prometido anteriormente denunciar a lei antigay de São Petersburgo durante seu show, mesmo com risco de ser presa ou multada.


Leia mais sobre música em iG Cultura.

Palavras-chave: prisão , pussy riot , russa , russos , roqueiras , show , reuters , banda , catedral , rock , apoio , presidente , putin , apoio , shows , cadeia , madonna , show , rússia , vandalismo , russo , russas , vladimir pútin ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos