Sertanejos acusados de homofobia e machismo

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Música | 03/02/2012 - 13h30

Ativistas LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e transgêneros) da Ação Brotar Pela Cidadania e Diversidade Sexual (ABCDS) estão se mobilizando contra “Bruto, Rústico e Sistemático”, canção da dupla sertaneja João Carreiro e Capataz.


A música não é recente - fez parte da trilha sonora da novela “Paraíso”, da Rede Globo, em 2009 -, mas mesmo assim os militantes da ONG que atua na região do ABC paulista estão revoltados com trechos considerados homofóbicos e machistas da canção.


“Sistema que fui criado/ver dois homem abraçado (sic)/pra mim era confusão./Mulher com mulher beijando/dois homens se acariciando/meu deus que decepção./Mas nesse mundo moderno/não tem errado e nem certo/achar ruim é preconceito/Mas não fujo à minha essência/pra mim isso é indecência/ninguém vai mudar meu jeito”, cantam os sertanejos.


Outro trecho de “Bruto, Rústico e Sistemático” aborda o tratamento dado ao sexo feminino. “Por mim faltaram respeito/na muié (sic) eu dei um jeito/corretivo do meu modo./No quarto deixei trancada/quinze dia aprisionada (sic)/e com ela não incomodo.”


Em uma entrevista, João Carrero se defendeu das acusações, alegando que a música trata de "um sujeito antigo, caipira, como se fosse um avô nosso". Segundo o sertanejo, a letra reflete o pensamento do sujeito rústico dessa época. "É só uma história, não é uma opinião minha", disse.


Veja o clipe e confira a letra completa da canção:


Bruto, Rústico e Sistemático

João Carreiro e Capataz


Tudo que dá na tv minha muié qué faze

não mede as consequências

Fez um tar de topless quando vi me deu um streeis

perdi minha paciência


Por me faltar o respeito na muié eu dei um jeito

corretivo do meu modo

No quarto deixei trancada 15 dia aprisionada

e com ela não me incomodo


Aqui não, posso até não ser simpático

comigo não tem desculpa minha criação é chucra

a verdade ninguém furta

sou bruto, rústico e sistemático


Fim de semana passado

conheci o namorado da minha filha caçula

achei que não deu parelha

tava de brinco na orelha e o corpo cheio de figura


Não suportei muito tempo

nesse relacionamento eu tive que opinar

sujeitinho era roqueiro, não dá certo com violeiro

Nóis num ia combina


Aqui não, posso até não ser simpático

comigo não tem desculpa minha criação é chucra

a verdade ninguém furta

sou bruto, rústico e sistemático


Sistema que fui criado

vê dois home abraçado pra mim era confusão

Mulher com mulher beijando, Dois home se acariciando

Meu Deus que decepção


Mais nesse mundo moderno

não tem errado e nem certo achar ruim é preconceito

Mas não fujo a minha essência

pra mim isso é indecência ninguém vai mudar meu jeito


Aqui não, posso até não ser simpático

comigo não tem desculpa minha criação é chucra

a verdade ninguém furta

sou bruto, rústico e sistemático

Palavras-chave: homofóbicos , transexuais e transgêneros , associação , videoclipe , GLBTs , homofóbicos , ativistas , machismo , acusação , lésbicas , clipe , LGBT , moda de viola , ABC , preconceito , sertanejo , ONG , viola , militantes , homofobia , Rústico e Sistemático , discriminação , João Carreiro e Capataz , GLBT , dupla sertaneja , dupla , machista , canção , Bruto , machistas , gays , bissexuais , ABCDS , sertaneja , LGBTs , música ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos