A mala do amigo de Paulo Otávio

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 29/11/2009 - 21h50

Braço direito do vice-governador Paulo Otávio, o empresário Marcelo Carvalho era apontado como responsável por pagamento de suposta propina em esquema de corrupção do governo do Distrito Federal. As informações estão no inquérito da operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. Segundo as investigações da PF, a "equipe de Paulo Octávio" recebia 30% do dinheiro arrecadado de empresas de informática que se beneficiariam com a aprovação do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT) do DF. Carvalho foi um dos responsáveis pelo pagamento dos deputados distritais da base do governo para aprovar o novo PDOT, segundo o inquérito. O vídeo, no entanto, não é conclusivo. Em nenhum momento Carvalho recebe dinheiro, apesar da Polícia Federal apontar que Marcelo era integrante do esquema. O iG entrou em contato com o grupo Paulo Octavio, mas não obteve retorno.

Palavras-chave: escândalo no df , caixa de pandora , propina , marcelo carvalho , distrito federal ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos