Arruda é suspeito de espionar promotores

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 14/02/2010 - 20h09

O Ministério Público pode apresentar uma nova acusação contra José Roberto Arruda, preso na sede da Polícia Federal, em Brasília.

O governador licenciado é suspeito de usar a Polícia Civil, para espionar promotores.

Na manhã deste domingo, o novo presidente do DEM do Distrito Federal, deputado federal Osório Adriano, tentou visitar o governador afastado do DF, José Roberto Arruda, mas foi barrado pela Polícia Federal.

Arruda está preso na Superintendência da Polícia Federal em Brasília desde quinta-feira (11) e só pode receber visitas de pessoas que estão em uma lista que está nas mãos da PF.

Leia mais sobre o escandâlo no DF no especial do Último Segundo.

Presidente do DEM no DF tenta visitar Arruda e não consegue





Palavras-chave: ministério público , acusação , brasília , polícia federal , josé roberto arruda , espionagem , governador ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos