Assassino de zelador dá detalhes do crime

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 04/06/2014 - 11h33

O publicitário Eduardo Tadeu Pinto Martins, 47 anos, suspeito da morte do zelador Jezi Lopes de Souza, disse à polícia que a esposa, a advogada Ieda Cristina Martins, de 42 anos, não teve participação no crime. Ela foi solta e deixou o 89º DP (Portal do Morumbi) na noite desta terça-feira (3/06).

Em depoimento gravado por policiais na casa do casal em Praia Grande, o publicitário diz que a morte do zelador foi acidental e aconteceu após uma discussão entre os dois.

“Ele bateu a quina no batente da porta mesmo, bateu e já caiu nós dois para dentro do apartamento. Quando ele caiu, eu fechei a porta. Aí fui lá, olhei os sinais vitais dele, se já estava morto."

Crédito: SBT Brasil

Leia mais em Último Segundo:

Publicitário diz que matou zelador sozinho e advogada é solta

Palavras-chave: zelador , crime , zona norte , igsp , são paulo , esquartejamento , esquartejado , casal , advogado , publicitário , corpo , queimado , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos