Caso do deputado do castelo

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 17/06/2009 - 09h14

O Conselho de Ética analisa, na tarde desta quarta-feira, o processo contra o deputado do castelo. Edmar Moreira é acusado de uso irregular da verba indenizatória.

A decisão pode incluir a perda de mandato do parlamentar.

A sessão no Conselho de Ética começa com a leitura do relatório sobre o caso. Em seguida, Edmar Moreira tem 40 minutos para apresentar a defesa.

Após o pronunciamento, o relator do processo - deputado Nazareno Fonteles - divulga o parecer.

O caso volta a ser discutido e depois os conselheiros apresentam os votos.

Edmar Moreira é acusado de usar recursos da verba indenizatória para pagar empresas de segurança, das quais ele é dono.

O parlamentar afirma que os serviços foram prestados e defende que, na época, não havia regras sobre a utilização do benefício.

O deputado ficou conhecido por não declarar à Justiça Eleitoral um castelo avaliado em R$ 25 milhões, no interior mineiro.

Leia mais no Último Segundo:

Relator pede cassação do deputado Edmar Moreira

Palavras-chave: análise , parlamentar , mandato , castelo , Conselho de Ética , deputado , caso , edmar moreira ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos