Celso Amorim fala sobre Manuel Zelaya

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 10/12/2009 - 17h30

O chanceler brasileiro Celso Amorim admitiu ter se surpreendido com a decisão do governo de Honduras, de negar o salvo-conduto a Manuel Zelaya.

Em entrevista ao programa "Bom dia Ministro", Amorim disse que acordou nesta quinta-feira pensando que Zelaya já estivesse no México.

De acordo com ele, partiu do próprio presidente deposto o desejo de deixar a embaixada brasileira em Tegucigalpa.

E que o Itamaraty intermediou as negociações para que Manuel Zelaya viajasse ao México.

O chanceler reafirmou que o Brasil não vai reconhecer a legitimidade das eleições presidenciais de Honduras, do fim de novembro.

Apesar disso, Celso Amorim diz que continua aberto a dialogar com o governo interino em Tegucigalpa.

Acompanhe as notícias do Brasil e do mundo no Último Segundo.

ACOMPANHE AS NOVIDADES DA TViG PELO TWITTER: http://twitter.com/tvig





Palavras-chave: honduras , Tegucigalpa , Zelaya , celso amorim , Manuel Zelaya ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos