Chimpanzé tem pedido de habeas corpus negado

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 19/04/2011 - 21h11

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) negou nesta terça-feira (19/04) um pedido de habeas corpus, em favor de um chimpanzé. Advogados de um santuário ecológico sustentam que Jimmy não pode viver isolado em uma jaula do Zoológico de Niterói (Zoonit).


Desde o ano passado, o Santuário dos Grandes Primatas, de Sorocaba, São Paulo, luta na Justiça pela transferência do chimpanzé Jimmy. O animal, de 26 anos, vive sozinho no zoológico de Niterói há 11.


Em outubro de 2010, um grupo de biólogos, ONGs e defensores dos animais se uniu para pedir um habeas corpus em favor de Jimmy, alegando que, no Zoonit, ele vive isolado, em más condições e está preso.


No santuário, ele passaria a conviver com macacos da mesma espécie.


Leia mais em Último Segundo:


Justiça do Rio manda soltar 40 acusados de ajudar traficantes


Palavras-chave: tribunal de justiça do rio de janeiro , tjrj , santuário dos grandes primatas , jimmy , niterói , habeas corpus , rio de janeiro , sorocaba , transferência , zoológico , justiça , band , macaco , tj-rj , chimpanzé ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos