Coronel nega ter matado assassino do filho

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 30/01/2011 - 11h41


O ex-comandante do Corpo de Bombeiros, acusado de matar 9 usuários de drogas em represália ao assassinato do filho, negou as acusações. Preso, o coronel Jorge Luiz Martins disse que a única arma que teve na vida nunca disparou um tiro. Afirmou ainda ter provas que o isetam dos crimes.

Leia notícias do Brasil e do mundo no Último Segundo.

ACOMPANHE AS NOVIDADES DA TViG PELO TWITTER: http://twitter.com/tvig

Palavras-chave: comandante , traficantes , usuários de droga , corpo de bombeiros , assassinato ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos