Dor e violência no lento retorno

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 01/03/2010 - 08h25

Saques e dor pelas vítimas e pela descoberta de mais áreas destruídas se somaram com o lento retorno à normalidade, após o terremoto que semeou morte e desolação do centro ao sul do Chile.

O pesadelo vivido no sábado durante dois eternos minutos foi vivenciado novamente na manhã de domingo com um tremor de 6,2 graus na escala Richter que abalou outra vez a mesma região afetada pelo terremoto de mais de 8 graus que causou mais de 700 mortos, 2 milhões de desabrigados e danos ainda não quantificados.

Enquanto as regiões do sul seguiam sem água potável, eletricidade e combustíveis, com as comunicações afetadas por frequentes cortes e com episódios de saques, a vida em Santiago começou a dar sinais de normalidade.

Palavras-chave: terremoto , tremor , chile , saques ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos