Eduardo Paes acompanha trabalhos do centro de operações do RJ

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 26/04/2011 - 08h13

No momento do temporal, autoridades se reuniram no Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro.


Durante toda a madrugada, o pedido era que ninguém saísse de casa. Quem estava na rua tentava se abrigar em algum lugar seguro.


Na noite desta segunda-feira (25/04), o Centro de Operações da Prefeitura do Rio acionou as sirenes das comunidades do Borel, Formiga, Chacrinha, Cotia, Arrelia, Encontro, Santa Terezinha, Dona Francisca e Cachoeira Grande. As sirenes foram instaladas nas comunidades devido ao risco de deslizamentos.


Na manhã desta terça-feira (26/05), a prefeitura suspendeu o alerta das sirenes em 11 comunidades da Grande Tijuca


Na área em que as sirenes foram acionadas, o índice pluviométrico ultrapassou os 40mm em uma hora. Em todos estes locais, agentes comunitários orientaram os moradores a deixarem suas casas.


Até as 5h de hoje (26/04), a Defesa Civil havia registrado quatro deslizamentos na cidade (Comunidade JK, Borel, Andaraí e Chacrinha). Todos sem vítimas.


Leia mais em Último Segundo:


Chuva mata uma pessoa e alaga ruas no Rio de Janeiro

Palavras-chave: chuva , chuvas , enchente , alagamento , deslizamento , desabamento , encostas , Rio de Janeiro ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos