Egípcio é preso em São Paulo acusado de matar motorista e montar táxi falso

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 17/06/2013 - 19h58

Um egípcio foi preso na noite de domingo (16/06) após ser parado por policiais militares no bairro do Tucuruvi, na zona norte de São Paulo. 

Ali Gouda Ali Mohamed, de 24 anos, foi parado após a Polícia Militar notar que o veículo tinha uma placa falsa e um suposto taxímetro.

Ele dirigia um veículo Meriva Joy Branca que pertencia ao motorista particular Adriano Lopes da Fonseca, de 65 anos, considerado desaparecido por sua família desde o dia 21 de maio. 

O caso foi registrado DP do Aeroporto de Congonhas, na zona sul, onde Fonseca foi visto pela última vez. Segundo os PMs, o acusado teria matado o motorista após Fonseca buscá-lo no aeroporto.

Após ser interrogado pelos policiais, Mohamed confessou ter escondido o corpo da vítima em um matagal na região de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. Após o crime, segundo a PM, o acusado modificou e transformou o automóvel em um taxi, com placa falsa e vidros escuros.

A Polícia Civil pediu a prisão temporária do detido. Além de documentos e dinheiro, os agentes apreenderam uma faca que pode ter sido usada no crime.

Crédito: Jornal do SBT Manhã

Leia mais em Último Segundo:

Egípcio é preso em São Paulo acusado de matar motorista e montar táxi falso

Palavras-chave: igsp , são paulo , homicídio , egípcio , táxi , táxi falso , taxista , violência , polícia , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos