Empresário sócio da Gol é indiciado por homicídio

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 31/12/2008 - 11h44

O empresário Constantino de Oliveira, sócio-fundador da empresa aérea Gol, foi indiciado pela Polícia Civil do Distrito Federal nesta terça-feira (30) por homicídio. Constantino já havia sido indiciado por outro homicídio no último dia 10. O empresário nega ligação com os crimes.

Segundo a Polícia Civil, Nenê Constantino, como é conhecido, teria sido o mandante do assassinato de Tarcísio Gomes Ferreira, ex-caminhoneiro de um grupo de transportes do empresário. Ferreira foi morto com quatro tiros em fevereiro de 2001. O motivo do crime teria sido a disputa de um terreno do empresário.

Palavras-chave: sócio , gol , empresa , aérea , empresário , indiciado , nenê constantino , brasília ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos