Ex-militar é acusado de torturar bebê

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 23/02/2011 - 20h56

A polícia prendeu, na Praia Grande, município do litoral sul paulista, Átila Aroldo Alves, de 43 anos.

O ex-militar do Exército é acusado de torturar a filha da namorada.

O crime aconteceu em outubro do ano passado.

A criança, de apenas sete meses, tinha hematomas por todo o corpo e precisou ficar 11 dias internada em um hospital.

Alves foi preso após uma denúncia do avô da criança. Ele denunciou a própria filha e o ex-sargento à polícia.

Daniela Silva de Oliveira chegou a ser presa, mas depois de ficar 29 dias na cadeia, foi solta e responde ao processo em liberdade.

Depois que teve a prisão decretada, Alves fugiu para o litoral. Porém, não conseguiu ficar muito tempo escondido.

Uma pessoa, que mora perto do local onde ele estava, assistiu a uma reportagem da TV Bandeirantes e chamou a polícia.

Os avós, que têm a guarda provisória do bebê, ficaram aliviados com a prisão do suspeito.

Leia notícias do Brasil e do mundo no Último Segundo.

ACOMPANHE AS NOVIDADES DA TViG PELO TWITTER: http://twitter.com/tvig




Palavras-chave: Praia Grande , Átila Aroldo Alves , bebê , prisão , tortura ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos