Ex-PM acusado de chefiar grupo de extermínio será julgado

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 12/05/2011 - 20h31

Um julgamento envolvendo um ex-policial militar mobiliza a polícia de São Paulo e preocupa as testemunhas de acusação.


Ele é acusado de chefiar um grupo de extermínio que agia na zona leste de São Paulo que teria matado 22 pessoas e será julgado no próximo dia 30. Pelo menos uma delas continua a ser ameaçada.


No período de um ano, 39 pessoas foram atacadas e 17 sobreviveram. A maioria são jovens da periferia com passagem pela polícia e envolvimento com drogas.


O Ministério Público pediu que não haja falhas no esquema de segurança do julgamento policial exonerado no fim do mês, quando cinco testemunhas de acusação serão ouvidas.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: extermínio , PM , polícia militar , execuções , mortes , zona leste , ministério público , julgamento , são paulo , assassinatos , grupo , band ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos