Falsa psicóloga e marido se recusam a prestar depoimento no RJ

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 25/05/2011 - 15h40

A falsa psicóloga Beatriz da Silva Cunha que atendia crianças autistas, e seu marido Nelson Antunes de Faria Júnior são acusados de estelionato, propaganda enganosa, falsidade ideológica, falsificação de documentos e crimes contra as relações de consumo.


Sem trocar uma só palavra, eles leram e assinaram os 29 inquéritos que existem contra eles na Delegacia do Consumidor do Rio de Janeiro.


Eles também são acusados de tortura.


Leia mais notícias do Brasil e do mundo no Último Segundo.

Palavras-chave: psicóloga , cadeia , prisão , polícia , crime , autista , falsa , Rio de Janeiro , autismo , falsidade ideológica , depoimento , marido ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos