Feliciano manda prender mulheres que se beijavam em evento gospel

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 17/09/2013 - 17h18

Um protesto acabou em confusão neste domingo (15/09) durante evento religioso que contou com a presença do deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) em São Sebastião, no litoral de São Paulo.

O pastor pediu a ajuda da polícia para coibir um "beijaço" organizado por duas jovens durante o "Glorifica Litoral". As jovens Joana Palhares, 18 anos, e Yunka Mihura, 20, teriam se beijado durante o culto religioso, o que acabou causando indignação no deputado.

Durante o ato, Feliciano teria pedido para guardas municipais coibirem os beijos. Ao menos quatro guardas municipais cercaram as meninas e o grupo de amigos que as acompanhava. As vítimas dizem que irão processar o pastor por abuso de autoridade e incitação à violência.

Crédito: Jornal do SBT Manhã

Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo. 

Palavras-chave: feliciano , mulheres , beijaço , beijo , culto , gospel , religião , igay , pastor , jovens , prisão , abuso de poder , polícia , confusão , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos