Foi uma lição de vida, diz condenado a trabalhar em albergue como pena alternativa

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 01/10/2013 - 18h48


Em 2009, o consultor de vendas Roberto de Souza Oliveira, de 45 anos, “entrou em parafuso”. Morador de Diadema, na Grande São Paulo, ele diz que nunca tinha tido problemas com a Justiça, mas naquele ano foi considerado culpado pelo crime de apropriação indébita, artigo 168 do Código Penal, na 5ª Vara das Execuções Criminais da Capital. Recorreu, mas não conseguiu provar sua inocência. Acabou condenado a pouco mais de um ano e meio de prisão. O pavor, no entanto, se transformou em “lição de vida” quando a punição foi convertida em 555 horas de prestação de serviços à comunidade.

Palavras-chave: pena , condenação , albergue , alternativa , justiça , crime , ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos