Grupo reivindica atentado em Moscou

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 08/02/2011 - 14h16



O líder do grupo rebelde islâmico "Emirado do Cáucaso", o checheno Doku Umarov, reivindicou em um vídeo postado na internet, na noite de segunda-feira (07/02), o atentado suicida de 24 de janeiro no principal aeroporto de Moscou.

O atentado, que deixou 36 mortos, foi o segundo cometido na capital russa em menos de um ano.

No vídeo, ele afirmou que agiu em nome de Alá e com o objetivo de criar um estado islâmico livre ao norte da região do Cáucaso.

Umarov ainda prometeu transformar 2011 no ano "do sangue e das lágrimas" para a Rússia.



Leia notícias do Brasil e do mundo no Último Segundo.

ACOMPANHE AS NOVIDADES DA TViG PELO TWITTER: http://twitter.com/tvig





Palavras-chave: terrorismo , atentado , Moscou , Emirado do Cáucaso , Doku Umarov ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos