Justiça do RJ aceita denúncia contra babá acusada de torturar bebê

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 24/08/2011 - 14h46

A babá Leila Vanelli Ferreira foi denunciada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) nesta terça-feira (23/08) por crime de tortura praticado contra um bebê de um ano na casa em que trabalhava, na Barra da Tijuca.


O MP-RJ requereu a prisão preventiva da denunciada. A ação penal, subscrita pela Promotora de Justiça Ana Lúcia Melo, da 25ª Promotoria de Investigação Penal, foi ajuizada na 43ª Vara Criminal da Comarca da Capital. Caso condenada, a doméstica poderá cumprir de quatro a oito anos de prisão.


De acordo com a denúncia, Leila submeteu o bebê a torturas físicas e psicológicas entre março e junho deste ano, período em que trabalhava como babá na casa da vítima.


As práticas, segundo o MP-RJ, ocorriam enquanto os pais da criança se ausentavam de casa e consistiam em intimidação verbal, puxões de cabelo, beliscões fortes no rosto e no corpo, empurrões, socos na cabeça e nos olhos.


A vítima seria, ainda, agredida com socos e chamada de porca quando defecava. Os pais desconfiaram das agressões ao observar o comportamento alterado do bebê e ao presenciarem um empurrão proposital da empregada na vítima.


Leia mais notícias do Brasil e do Mundo no Último Segundo.

Palavras-chave: babá , filho , vídeo , tribual , flagrante , acusação , denúncia , família , tortura , câmera , denúncia , doméstica , bebê , flagrante , Ministério Público , câmera de segurança , empregada , Band News ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos