Laudo aponta que Marcelo Pesseghini tinha grave doença mental

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 24/09/2013 - 15h18

Uma grave doença causada por falta de oxigênio do cérebro pode ter provocado os delírios que fizeram Marcelo, de 13 anos, matar a família.

Segundo o laudo, o adolescente não cometeu suicídio porque se arrependeu de matar a família, mas porque seu suposto plano de virar um matador iria fracassar. Outro fator importante para o crime pode ter sido o ambiente policial, com armas, que o menino vivia com a família. 

Crédito: Jornal do SBT Manhã

Leia mais em Último Segundo:

Laudo compara Marcelo Pesseghini a Dom Quixote para explicar mortes

Palavras-chave: crime , crimes , pesseghini , policiais , polícia , são paulo , igsp , laudo , psiquiatra , arrependimento , justiceiro , doença , mental , delírio , delirante , dom quixote , policial , família , fibrose cística , suicídio , inquérito , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos