Mamar por um ano aumenta inteligência do bebê, diz pesquisa

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 22/03/2015 - 11h47

Os impactos a longo prazo de amamentação acabam de ser revelados por uma pesquisa inédita, realizada por cientistas da Universidade de Pelotas, que acompanhou 3,5 mil recém-nascidos durante mais de três décadas.

Segundo a publicação, uma criança amamentada por pelo menos um ano obteve, aos trinta anos, quatro pontos a mais de QI e acréscimo de R$ 349 na renda média.

O estudo, realizado desde 1982, comprova que, quanto mais duradouro o período de amamentação na infância, maiores os níveis de inteligência e renda média na vida adulta até os 30 anos. É o primeiro estudo no Brasil a mostrar o impacto no QI e o primeiro internacionalmente a verificar a influência na renda.

O estudo foi publicado nesta quarta-feira (18/03) pela The Lancet, uma das publicações científicas mais importantes do mundo


Crédito: SBT Brasil

Palavras-chave: mamar , amamentação , saúde , bebê , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos