Maré de março causa prejuízos na BA e PA

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 23/03/2011 - 17h29

Um fenômeno conhecido como "maré de março" provoca prejuízos para a população, na Bahia e no Pará. É nesta época do ano que o mar fica mais agitado, na costa brasileira. Em Belém, a água invadiu a cidade e em Salvador, mais de três mil pescadores estão sem trabalhar.


Nestes dias, a previsão do tempo indica a possibilidade de ondas de até dois metros de altura, fenômeno que acontece todos os anos, mas que desta vez foi tão forte que forçou a retirada dos barcos da água.


Além de ficarem impedidos de ir trabalhar, muitos pescadores tem outros prejuízos. As casas à beira da praia foram invadidas pela água da maré que subiu além do normal.


Neste ano a proximidade maior da lua com a terra também contribui para que a maré de março seja mais intensa.


Na região Norte, o fenômeno é chamado de “maré alta”, e também acontece nos meses de março. O mar invade os rios, que invadem a cidade. O rio Guamar inundou várias áreas da capital paraense. Algumas das principais ruas e avenidas ficaram alagadas.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em

Último Segundo.

Palavras-chave: maré alta , águas , ondas , Salvador , mar agitado , Pará , população , Band , prejuízos , Bahia , pescadores , maré de março , Belém , alagamento ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos