Mizael Bispo é condenado a 20 anos de prisão

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 15/03/2013 - 11h52

O policial reformado e advogado Mizael Bispo de Souza foi condenado a 20 anos de prisão, inicialmente a ser cumprido em regime fechado, pelo homicídio triplamente qualificado - por motivo torpe, com emprego de meio cruel, e mediante a utilização de recurso que dificultou ou impossibilitou a defesa da vítima - da sua ex-namorada Mércia Nakashima, em maio de 2010.

 

A sentença foi proferida às 17h35 desta quarta-feira (14/03). Em sua decisão, o juiz disse que o fato do réu ter mentido foi considerado como agravante, aumentando sua pena. Segundo previsão da defesa, Mizael teria que cumprir pelo menos sete anos em regime fechado - dois quintos da pena - e depois poderia recorrer para responder o restante em regime semiaberto. Mesmo assim, após a leitura da sentença, a defesa apelou da decisão em plenário.

 

Segundo o entendimento dos jurados, Mércia foi morta por afogamento com o placar mínimo de 4 a 0, não havendo a necessidade da abertura dos votos dos outros três jurados. A autoria do crime atribuída a Mizael recebeu o mesmo placar: 4 a 0. Já a utilização de meio cruel para matar a vítima recebeu quatro votos a favor e um contra.

 

Crédito: SBT Brasil

 

Leia mais em Último Segundo:

 


Mizael é condenado a 20 anos de prisão pela morte de Mércia Nakashima

 

 

Palavras-chave: mércia nakashima , mizael bispo de souza , julgamento , guarulhos , igsp , caso mércia , IGSP , advogado , policial , ex-namorada , polícia , defesa , julgamento , tribunal , prisão , condenação , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos