MP investigará uso de agrotóxicos no MT

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 22/03/2011 - 19h35

O Ministério Público (MP) vai investigar o uso de agrotóxicos em lavouras, no interior de Mato Grosso. Uma pesquisa inédita revelou a contaminação de leite materno por defensivos e herbicidas aplicados nas plantações.


O problema acontece na região de Lucas do Rio Verde, onde o efeito do agrotóxico foi verificado no leite materno de 62 mulheres.


Não é a primeira vez que a pequena cidade, a 350 quilômetros da capital Cuiabá, sofre com o excesso de pulverização de pesticidas. Em 2007, um avião agrícola sobrevoou Lucas do Rio Verde com os bicos do pulverizador abertos e toda a carga química foi espalhada por áreas comerciais e residenciais da região.


Além da investigação, o MP vai notificar proprietários de chácaras que ficam dentro da área urbana, o que é contra a lei. Segundo a promotora Patrícia Eleutério Campos, a lei determina que, em área urbana, deve ser utilizada apenas a pulverização manual.


A substância com maior incidência é conhecida como DDE, um derivado de outro agrotóxico, DDDT, proibido pelo Governo Federal em 1998 por provocar infertilidade no homem e abortos espontâneos nas mulheres.


Assista também:


Agrotóxico contamina leite materno

Palavras-chave: Mato Grosso , Ministério Público , Band , saúde , Agrotóxicos , cidade , abortos , pulverização , infertilidade , defensivos agrícolas , município , plantações , MP , leite materno , riscos , contaminação , agricultura , Lucas do Rio Verde , investigação , leite ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos