MP pede prisão temporária de Bruno

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 07/07/2010 - 06h41

O Ministério Público do Rio pediu a prisão preventiva do goleiro Bruno e do funcionário dele, Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão.

O depoimento de um menor de 17 anos, que é primo do jogador, alterou o rumo das investigações sobre o sumiço de Eliza Samudio.

O jovem confirmou ter participado do sequestro e afirmou que Eliza está morta.

Uma equipe de policiais mineiros deve ir ao Rio nesta manhã, para cumprir a ordem de prisão contra Bruno.

Leia mais no Último Segundo:

Justiça expede mandado de prisão, mas Bruno não é encontrado

Palavras-chave: ex-namorada , bruno , Justiça , atleta , goleiro , flamengo ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos