Multa para o metrô e consórcio Via Amarela

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 09/05/2009 - 14h49

A Advocacia-Geral da União (AGU) decide processar, em R$ 1,050 milhão, o metrô de São Paulo e o Consórcio Via Amarela.

A indenização será destinada ao INSS para cobrir os gastos da entidade com a morte de quatro trabalhadores.

A Advocacia-Geral da União aponta a negligência com a segurança no trabalho, na obra das futuras estações Pinheiros e Oscar Freire, da linha amarela do Metrô.

O pedido de indenização tem como base um processo do Ministério Público estadual que relata a falha das duas companhias.

Em janeiro de 2007, um desabamento no canteiro de obras de Pinheiros, provou sete mortes - três das vítimas trabalhavam no local.

Menos de seis meses antes, um outro funcionário perdeu a vida, em um acidente na região da Oscar Freire.

O valor da indenização levou em conta a expectativa de tempo de vida, que as vítimas poderiam ter, e os benefícios que seriam recebidos ao logo desses anos.

Palavras-chave: processo , acidente , indenização , são paulo , multa , trabalhadores , INSS , morte , via amarela , metrô ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos