O que o lixo tem a ver com a saúde?

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 30/01/2009 - 21h54

As sobras de embalagens de remédios que têm como destino as lixeiras da cidade dão diagnóstico de como anda a saúde dos cariocas.

Como uma radiografia, os restos coletados pelos garis de porta em porta são capazes de contar com precisão de detalhes os hábitos medicinais da população do Rio de Janeiro.

Pesquisa inédita da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), realizada desde 2006, aponta onde estão os maiores consumidores de medicamentos e os bairros mais saudáveis. N

Nas lixeiras do Centro, por exemplo, bairro boêmio por tradição, aparecem com freqüência antiácidos, remédio para quem exagerou na dose e nos petiscos.



Palavras-chave: pessoas , saúde , revela , remédios , pesquisa , lixo ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos