Pacientes do Hospital do Servidor esperam atendimento no corredor

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 21/03/2013 - 19h18

Hospital do Servidor está com capacidade baixa, causando revolta nos pacientes e parentes. Filha de paciente desabafou: "Diagnosticaram meu pai com câncer, mas mandaram para casa".


O senhor Elias Concordio do Nascimento deu entrada no Pronto Socorro do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE) às 11h17 do dia 21 de março e, às 11h22, passou pela classificação de risco.


O paciente foi atendido pelo médico às 11h35 e, às 12h40, após ser medicado e realizar exames, foi encaminhado para a área de acolhimento.


O primeiro atendimento foi realizado em 18 minutos, tempo inferior ao fixado pelo Protocolo Internacional de Manchester, na classificação recebida na triagem.


Segundo avaliação dos médicos, as queixas que levaram o paciente ao PS não têm relação com a doença pré-existente citada pela reportagem.


O corpo clínico do HSPE tem 1.400 médicos e qualquer um deles pode ser acionado para atendimento a pacientes do Pronto Socorro, de acordo com a sua especialidade e classificação de risco do paciente.


As obras de reforma e ampliação do Pronto Socorro, inclusive com a construção de um novo prédio, estão previstas para maio."


Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: hospital do servidor , atendimento , espera , corredor , são paulo , sp , São Paulo , igsp , rede hospitalar , pacientes , problemas , saúde pública , entrevista , vida , morte ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos