Padre é afastado por comprar imóvel de luxo

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 08/05/2009 - 21h03

A crise aberta com a descoberta da compra de um apartamento de luxo no bairro do Flamengo pela Arquidiocese do Rio de Janeiro causou a demissão do padre Edvino Steckel.

Ele foi um dos homens mais poderosos da Igreja no Rio durante a gestão de Dom Eusébio Scheid, encerrada no mês passado.

Padre Edvino foi obrigado a se afastar do cargo de ecônomo administrador dos bens da Arquidiocese.

O apartamento, na Avenida Rui Barbosa, no Flamengo, tem cerca de 500 metros quadrados e serviria de residência para Dom Eusébio quando ele viesse ao Rio — o arcebispo emérito (aposentado) foi morar em São José dos Campos, São Paulo.

Palavras-chave: arquidiocese , bispo , apartamento , flamengo , Dom Eusébio Scheid , padre , escândalo , luxo , compra , imóvel , Edvino Steckel , demissão , rio , crise ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos