Pastor Feliciano é eleitor presidente da Comissão de Direitos Humanos

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 07/03/2013 - 16h56

Após protestos de deputados do PT e PSOL integrantes da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, o indicado pelo PSC Pastor Marco Feliciano (SP), acusado de homofobia e racismo, foi eleito com onze dos doze votos dos deputados presentes, um a mais do que o mínimo necessário para ser eleito. Um dos votos foi em branco. 

 

A eleição do pastor para o cargo foi possível porque, durante as negociações do Congresso, o PMDB, PSDB e PT cederam suas vagas na comissão para o PSC. Além disso, a maioria dos deputados titulares da comissão são evangélicos que apoiam o pastor. 

 

Após ser eleito, Feliciano negou ser homofóbico e racista, e que trabalhará "como um magistrado" à frente da Comissão.

 

Crédito: SBT Brasil

 

Leia mais em Último Segundo:

 

Pastor Marco Feliciano responde a ação por estelionato no STF

 

Sob protestos do PT e PSOL, Pastor Feliciano é eleito presidente da Comissão

Palavras-chave: pastor , eleição , comissão , direitos humanos , presidente , pastor feliciano , marco feliciano , deputado federal , deputado , representação , homofobia , racismo , homofóbico , declarações , partido , protesto , protestos , pt , psol , eleição , eleito , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos