PMs acusados de matar juíza negam participação no crime

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 14/09/2011 - 11h22

Os três PMs acusados de matar a juíza Patrícia Acioli em Niterói, na região metropolitana do Rio, prestaram depoimento e negaram o crime.


A polícia também vai investigar as ameaças de morte às pessoas que eram ligadas a juiza.


Patrícia Lourival Acioli foi morta no dia 11 de agosto e 2011 dentro de seu carro em uma embosca, quando chegava em casa. Ela foi assassinada com 21 tiros.


Leia mais em Último Segundo:


Tenente nega participação na morte da juíza Patrícia Acioli

Palavras-chave: polícia , investigação , morte , tenente , tiros , Band News , depoimento , assassinato , PMs , Patrícia Acioli , Niterói , policial , Rio de Janeiro , acusação , juíza , homicídio , PM ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos