Polícia encontra possível clínica onde mulher morreu após fazer aborto

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 24/09/2014 - 14h52

Na casa, localizada na rua Silvino Pinto, no Sapê, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, investigadores encontraram muitos remédios e seringas.

Enterrada nesta terça-feira (23/09), no Cemitério Maruí, em Niterói, Elizângela Barbosa morreu no sábado (20/09), após complicações de um aborto realizado em uma clínica clandestina. 

Palavras-chave: aborto , quadrilha , bando , niterói , clandestina , rio de janeiro , polícia civil , clandestino , médico , ginecologista , polícia , sbt ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos