Prerrogativas mantidas no caso do castelo

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 08/07/2009 - 18h24

Na semana passada, o conselho já havia rejeitado o pedido de cassação do mandato do parlamentar, que ficou conhecido por ter um castelo de R$ 25 milhões em Minas.

Nesta quarta-feira, a proposta era suspender algumas prerrogativas parlamentares de Moreira.

Em uma delas, por exemplo, o deputado não poderia discursar em plenário por 120 dias.

Ele também não poderia participar de cargos na mesa diretora e relatar projetos.

O novo parecer foi rejeitado por sete votos a três. Houve ainda três parlamentares que se abstiveram de votar.

Palavras-chave: cargos , prerrogativas , projetos , pedido , cassação , castelo , parlamentar , minas gerais , mandato ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos