Presos militares do exército por fraude bancária

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 09/05/2011 - 18h01

Dois soldados do exército foram presos, acusados

de participar de um esquema de fraudes, na capital paulista. Eles emprestavam a conta corrente para um hacker, que desviava dinheiro de clientes de banco.


Um deles, Luiz Paulo Lima Ribeiro, de 24 anos, foi preso quando saia de um banco na avenida Paulista. O gerente desconfiou da transação que o soldado queria fazer e chamou a polícia. Após ser preso, ele delatou um companheiro de farda, o militar Maurício Rodrigues dos Santos, de 22 anos. Um adolescente de 16 anos, que também fazia parte do esquema, foi detido.


O hacker usava os soldados como laranjas para transferir o dinheiro roubado. Eles ganhavam cerca de R$ 800 para emprestar as suas contas bancárias. O restante era repassado ao menor, que servia como uma espécie de intermediário do hacker - que cometia o crime utilizando a internet.


A polícia não descarta a hipótese de funcionários dos bancos terem facilitado o desvio. As vítimas dos estelionatários seriam comerciantes das Regiões Norte e Nordeste.


Os dois soldados foram entregues à Polícia do Exército e indiciados por furto mediante fraude e corrupção de menor. O adolescente foi encaminhado para a Fundação Casa, antiga Febem.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: estelionato , bancos , menor , detenção , fraudes , presos , prisão , comerciantes , militares , laranjas , band , estelionatários , polícia , soldados , internet , fraude , hacker ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos