Quadrilha combina crimes por rede social

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Brasil | 08/05/2013 - 10h36

A polícia de São Paulo investiga a ação de um grupo que utiliza a rede social Facebook para combinar crimes. Quatro homens já foram identificados pelos investigadores. Eles seriam amigos de Marcelo Oliveira, 18 anos, morto pela polícia no último sábado (04/05), após roubar uma moto. Segundo a polícia militar, o garupa atirou contra os PMs, que revidaram. Marcelo foi atingido nas costas e morreu no hospital.


Na madrugada de domingo (05/05), um ônibus foi incendiado no bairro de Guaianazes e toda a ação foi combinada pela rede social. O ataque foi organizado por causa da morte de Marcelo.



A Polícia Civil monitora o grupo há três dias pelas redes sociais todos os passos dos amigos de Marcelo. Os investigadores já identificaram quatro homens, que organizaram os ataques e prometem uma espécie de vingança contra policiais militares.

 

Crédito: SBT Brasil

 

Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

 

Palavras-chave: rede social , facebook , crime , quadrilha , criminosos , bandidos , bandido , sbt , ataque , polícia , polícia militar , PM , igsp , IGSP , são paulo ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos